sexta-feira, 3 de outubro de 2008

Árvores em Perigo


Árvores ameaçadas de extinção saltam 4 vezes desde 92 no Brasil.

O desmatamento, as queimadas e a favelização foram os principais motivos para o aumento de quatro vezes na quantidade de espécies de árvores ameaçadas de extinção no Brasil nos últimos 16 anos, a maior parte na Mata Atlântica, informou o Ministério do Meio Ambiente.

Ao menos 472 espécies correm o risco de desaparecer dos biomas brasileiros nos próximos anos, sendo 276 delas encontradas principalmente na área que restou da Mata Atlântica, de acordo com a nova lista de espécies da flora nacional ameaçadas. A lista oficial anterior de árvores ameaçadas datava de 1992, com 108 espécies. Outras 1.079 espécies nacionais ainda podem estar ameaçadas de extinção, porém não foram incluídas por enquanto na lista devido à falta de informação suficiente. Assim como já é feito sobre a Amazônia, a Mata Atlântica, o Pantanal, o Cerrado, a Caatinga e o Pampa também passarão a ser monitorados via satélite, o que permitirá um cenário mais amplo do desmatamento no país.

O Sudeste brasileiro, onde fica maior parte dos 8,5 por cento que sobraram da Mata Atlântica, é a região com o maior número de espécies ameaçadas, com 348, seguido por Nordeste (168) e Sul (84).


fonte: UOL notícias
Biólogo.com

Um comentário:

Gustavo disse...

Só acho meio hipócrita, eles discriminarem a favelização e não explicarem que o que eles chamam de "desmatamento" é também a utlização de terras por grandes agricultores e criadores de gado, ou seja culpando a pobreza e omitindo a responsabilidade da elite.

E acho que eles deveriam investir mais dinheiro na preservação da Mata Atlântica que é tão diversa e bonita e continua sendo "desmatada".